top of page
  • Daniel Sandy

Precisamos reequilibrar o mundo

Antes de ser CEO, líder, terapeuta, médico, ed físico, gestor e etc todos somos Homo Sapiens. E, como todos da espécie, adoecemos mental e fisicamente se passarmos a maior parte do dia sentados, em demanda mental.

No final de 2022 (30/11), um texto publicado na revista Health Psychology Review, por 2 psicólogos que estudam a influência do tempo sentado nas relações cognitivas e psicológicas é mais um que aponta fortemente que os pesquisadores e cientistas da área de psicologia em todo mundo já perceberam que o tempo que passamos sentados em demanda cognitiva é um dos principais causadores de comprometimentos cognitivos e adoecimentos psicológicos.


No artigo intitulado "Sentado vs. em pé: uma necessidade urgente de reequilibrar nosso mundo", eles já começam o texto assim:

"Durante suas atividades de vida diária, o ser humano corre, anda, fica de pé, senta e deita. Mudanças recentes em nosso ambiente favoreceram o comportamento sedentário em detrimento de um comportamento mais ativo fisicamente a tal ponto que nossa saúde está em perigo. Se nada for feito agora, a alta prevalência de sentar continuará a aumentar e defendemos a posição em pé demonstrando que passar mais tempo em pé pode atenuar os problemas fisiológicos e psicológicos associados ao sentar excessivo sem diminuir o desempenho e a produtividade da tarefa."


Feliz em ver que a psicologia está caminhando na mesma direção.

Vale a pena continuar lutando!

Comentarios


bottom of page