top of page
  • clarissaliguori

A Importância das Pausas na Gestão do Tempo: Mais Produtividade, Menos Burnout

Em uma sociedade onde acredita-se que tempo é dinheiro, e que a regra é estar sempre produtivo, fazer pausas ou mesmo descansar têm sido um grande desafio.


A gestão do tempo ou a busca incessante de ter melhores resultados com o menor período, já está mais do que enraizado na cultura das organizações com o advento do modo de trabalho proposto por Taylor (Padronização, tempo e controle) no inicio do processo de industrialização


Por mais que tenhamos evoluído através de novos métodos e culturas de trabalho, como o modelo ágil ( adaptação, colaboração e autonomia) - focada em entrega de valor e aprendizado, nós ainda vemos a necessidade de estarmos sempre obstinados por resultados.


Dentro desse contexto, ferramentas que tentam auxiliar o colaborador a otimizar suas tarefas sempre fizeram muito sucesso.

O Kanban, que auxilia no ordenamento do fluxo de tarefas que precisam ser executadas.


A matriz de Eisenhower , que defende a priorização de tarefas por grau de urgência e importância.


O método pomodoro recomenda foco total em alguma tarefa especifica seguida por uma pausas breve para recarregar sua capacidade de concentração. -  - Ele divide o tempo em intervalos chamados “pomodoros”, geralmente com duração de 25 minutos, seguidos por pausas de 5 minutos.


E a mais recente chamado de Timeboxing - Divide o dia em blocos de tempo para foco, colaboração, conexão social e Pausas. Ideal para manter um equilíbrio saudável.


Independente do método ou da ferramenta utilizada para a gestão do tempo, incorporar pausas em nossa rotina de trabalho, se faz necessário, em prol não somente da produtividade, mas também da qualidade de vida das pessoas.

De acordo com uma nova pesquisa da Slack, subsidiária da Salesforce, e da empresa de pesquisa Qualtrics, realizada com mais de 10.000 funcionários administrativos e executivos, que avalia a relação entre o excesso de trabalho e a produtividade, concluiu que agendar proativamente blocos de tempo em sua agenda para se concentrar – e incluir algumas pausas ao longo do dia para restaurar sua capacidade de foco – é essencial para a produtividade.

Funcionarios que raramente fazem pausas no trabalho tem quase 2 vezes mais chances de ter burnout
Pausas no trabalho ajudam a prevenir esgotamento

Christina Janzer, vice-presidente sênior de pesquisa e análise do Slack., afirma que fazer pausas, proporciona espaço para que os colaboradores possam ser inovador, criativo e eficaz na realização das tarefas que lhe cabem.


Segundo ela, pular as pausas não é apenas contraproducente, mas também pode ser prejudicial à sua saúde mental. Visto que, a pesquisa conclui que funcionários que raramente ou nunca fazem pausas no trabalho têm quase duas vezes mais probabilidade de ter burnout do que aqueles que fazem pausas regulares.


A pesquisa ainda apontou que os colegas que fazem pausas apresentam pontuações mais elevadas em termos de equilíbrio entre vida pessoal e profissional, produtividade, satisfação no trabalho e uma maior capacidade de gerenciar o estresse e a ansiedade.


Nós da Pausa Ativa Ocupacional ficamos muito felizes em saber que temos mais aliados nessa nossa missão!


Entenda aqui mais como ajudamos você a implementar essa rotina com a sua equipe.




47 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page