top of page
  • clarissaliguori

Prevenção ao Burnout?

Quando falamos em comportamento sedentário, a primeira coisa que vem à mente é a imagem de um sofá chamando pelo seu nome, certo?  Ou você relaciona a fazer ou não fazer atividade física. No entanto, muitas vezes ignora o comportamento que toma toda a sua jornada de trabalho, o fato de passar horas e horas sentado em frente ao computador. É aí que mora o verdadeiro vilão. Sentar demais nos adoece um pouco por dia e está diretamente ligado ao esgotamento!


Homem em meio a tempestade escolhendo o melhor abrigo
Como se proteger do stress como forma de prevenção ao esgotamento?


Sabemos que o burnout é resultado de uma combinação de fatores sociais, emocionais, mentais e físicos. No entanto, pouco se fala sobre como ele pode ser agravado pela quantidade de tempo que passamos sentados durante a jornada de trabalho. Um estudo recente revelou que “Professores com níveis mais elevados de comportamento sedentário no trabalho, apresentaram mais exaustão emocional, mais despersonalização e maior necessidade de recuperação” (Verhavert, Y., Deliens, T., Van Cauwenberg, J. et al., 2024).


Ao realizar pausas ativas ao longo da jornada de trabalho, podemos diminuir os fatores que potencializam o burnout. Combater o burnout no ambiente de trabalho apenas com palestras gera resultados pouco significativos. Por outro lado, a implementação de uma rotina assistida de Pausas Ativas Ocupacionais proporciona resultados mais assertivos e rápidos.


Para ajudar a ilustrar esse efeito, vamos fazer uma analogia: Imagine que você está em meio a uma tempestade. As demandas estressoras do trabalho são como a chuva torrencial, e o seu cérebro é como um abrigo. Agora, pergunte-se: que tipo de proteção você tem contra essa tempestade?


Se você faz apenas uma pausa ativa durante a jornada de trabalho, é como se estivesse se protegendo com uma barraca. É uma proteção mínima e qualquer chuvisco pode deixá-lo encharcado. Com duas pausas, você tem uma cabana. É uma proteção média, mas ainda assim, uma chuva mais forte pode causar estragos.


Agora, se você faz três pausas ativas, é como se tivesse uma casa sólida. Você está protegido. E se você faz quatro pausas? Bem, aí você tem a Casa da Moeda, um verdadeiro bunker contra o estresse!


Não podemos controlar as tempestades, mas podemos usar recursos para nos proteger delas. Adotar uma rotina de pausas ativas nos ajuda a ter maior controle e gestão do estresse. Incluir uma rotina de Pausas Ativas Ocupacionais pode aliviar o estresse no trabalho e fazer com que você termine o dia com mais disposição e ânimo. E alcançar o tão sonhado equilíbrio entre vida pessoas e profissional.


Implementar uma Cultura de Movimento nas empresas é a nossa missão. Queremos mostrar que é possível, simples e com resultados rápidos.

Conheça mais sobre a Pausa Ativa Ocupacional e junte-se a nós nessa missão!

 

12 visualizações0 comentário

Yorumlar


bottom of page