top of page
  • clarissaliguori

Dados fresquinhos do mercado para defender o investimento de saúde e bem-estar dos colaboradores

Acaba de ser divulgada a pesquisa “RH pulso” que está recheada de dados importantes pelo ponto de vista da saúde corporativa. A pesquisa que foi realizada pela Alice, plano de saúde corporativo em parceria com BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo, Caju, Grupo Fleury, Gupy, O Futuro das Coisas e Zazos ouviu cerca de 1000 profissionais entre gestores, empreendedores, RH e funcionários no Brasil em outubro de 2023.


Listamos os principais indicadores para facilitar a sua vida.


· 60% consideram o sono como regular, ruim ou péssimo;

· 51% não recebem incentivo dos empregadores para fazer exercícios físicos;

· 51% dos que recebem benefícios para se exercitar não os utilizam;

· 30% dos entrevistados sentiram que já tiveram sintomas de burnout, mesmo sem o diagnóstico oficial da condição.

· Para 33% das pessoas sentiram que precisam provar seu valor no trabalho quase todos os dias.

A importância de ter programas de saúde e bem-estar nas empresas com uma visão holística é inegável. Na visão dos colaboradores, 87% deles, acreditam que investir em saúde e bem-estar é de responsabilidade dos empregadores. A pesquisa também revelou que 70% dos funcionários acreditam que os programas de bem-estar corporativo têm um impacto positivo em sua saúde e bem-estar.


Outra pesquisa bastante divulgada é a do Gympass*, com mais de 2 mil líderes da área de recursos humanos entrevistados, que também nos ajuda a trazer argumentos que vale o investimento em programas de saúde e bem-estar:


· 97% das empresas no Brasil que mediram o Retorno sobre Investimento (ROI) encontraram um retorno positivo nos programas de bem-estar.

· 78% disseram que reduziram custos de assistência médica

· 89% dos líderes de Recursos Humanos (RH) afirmam que os programas são fundamentais para a aquisição de talentos


Agora você está precisando de inspiração para tirar suas ideias do papel? A dica é prestigiar o 26 edição do Prêmio Nacional de Qualidade de Vida (PNQV), que acontecerá em São Paulo, nessa semana. O prêmio organizado pela ABQV, reconhecerá as empresas que se destacam pelas suas práticas de excelência e sucesso na melhoria da saúde e bem-estar de seus profissionais.


Empresas como Abbott; Accenture; Alstom; CCR; Cielo; Copel Energia; Dasa; Fundação Copel; Greenbrier; Grupo Marista; Hospital Adventista Manaus; IFood; Oracle; Petrobras; Secretaria de Economia do Distrito Federal; Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia; Totvs; Vale; Veracel; Via S.A. Walt Disney Company Brasil foram finalistas no último ano.



Caso não possa comparecer no evento, fique de olho, que faremos a cobertura também por aqui, para ninguém ficar de fora.


Referências:

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page